comentários  

04 de março de 2011, 18:15

O Poder da Palavra


Quando lemos o livro do Gênesis que é o primeiro da Bíblia, encontramos a narrativa da criação. Este livro reserva uma característica bem particular: Deus utiliza a PALAVRA como instrumento para realizar a sua obra. O relato da criação sempre é iniciado com a expressão “Deus disse...” mostrando assim a importância que a palavra tem dentro do projeto criador e salvador oferecido por Deus ao ser humano.

Também no Novo Testamento encontramos por diversas vezes alusão à palavra. O evangelista João no prólogo do seu Evangelho trabalha a questão do ‘logos’(expressão grega que significa palavra/verbo). João recorre à Filosofia para construir a argumentação em torno do ‘verbo’ e mostrar que esse ‘Verbo tornou-se homem e habitou entre nós’.

Jesus é o Verbo de Deus, é a Palavra salvadora que recria o ser humano a cada instante assim como aconteceu na criação relatada no Gênesis.

Em muitos momentos é possível encontrar Jesus utilizando a palavra para reconstruir vidas, reanimar pessoas e orientar caminhos. A pedagogia utilizada por Jesus leva a pessoa a refletir sobre a própria existência, a descobrir-se sempre mais no processo de construção da sua história.

Muitas vezes não percebemos o poder que a palavra exerce no cotidiano. É isto mesmo: a palavra tem poder. A cada dia temos a oportunidade de descobrir o bem que a palavra pode fazer ao coração humano. Não são raras as ocasiões nas quais Jesus com a sua palavra suscita a paz interior.

Um bom livro, uma boa conversa, um conselho, uma palestra, uma pregação, uma música de qualidade, todas estas formas de utilização da palavra são instrumentos que favorecem a harmonia entre as pessoas e mundo. É urgente redescobrimos a função edificante da palavra.

Atualmente multiplica-se a veiculação de noticias sangrentas, miséria e tantos outros desastres. A reflexão que faço é a seguinte: será que em todo o mundo só se produz maldade? Será que é construtivo dedicar mais da metade de um noticiário para veicular palavra negativa? Vejo que todos nós e de maneira especial os meios de comunicação social, devemos investir na palavra que ilumina e fortalece o gosto pela vida. Às vezes o ser humano é muito negativista e isto não é Cristão. Parece que há uma tendência em prestarmos mais atenção naquilo que perdemos do que naquilo que ganhamos.

O Evangelho é a grande proposta de enfrentarmos a vida de maneira mais positiva. Não se trata de achar que na vida tudo são flores, mas de colhê-las entre os espinhos. Por isso que o Evangelho também é chamado de BOA NOTÍCIA/BOA-NOVA. É esta Palavra abençoada que nós propomos como instrumento vivificador para todos nós.


Publicidade
Publicidade

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSONLINE.COM, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSONLINE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.