comentários  

15 de abril de 2011, 09:19

Moto-taxistas contestam imposto sindical e pedem melhorias para categoria


Vários moto-taxistas estão ligando para as emissoras de rádio da cidade de Patos contestando o retorno do imposto sindical cobrado da categoria. O valor de R$ 60,00, que havia quase cinco anos que não era cobrado, retornou a ser exigido no momento do emplacamento das motos. As informações ainda são imprecisas com relação ao retorno do imposto. Alguns informam que uma ação na justiça movida pelo Sindicato dos Motos-taxista de Patos – SIMOT garantiu o retorno do imposto sindical que havia sido suspenso.

Os moto-taxistas também cobram uma solução por parte dos coletes que são usados pela categoria para exercício do trabalho. No ano passado houve polêmica com a retirada dos coletes dos cuidados do sindicato dos motos-taxistas passando para a Superintendência de Trânsito e Transporte Público de Patos – STtrans. A questão foi discutida na Câmara de Vereadores de Patos na presença de centenas de motos-taxistas. A grande maioria aprovou a idéia dos coletes ficarem sob controle da STtrans, mas com a saída de Alexandre Nóbrega o encaminhamento não foi feito.

Os coletes usados pelos muitos motos-taxistas estão sendo comercializados pelo sindicato ao valor de R$ 20,00. Desde janeiro do corrente ano que é aguardado o novo que seria repassado gratuitamente pela STtrans, mas não há previsão de entrega ou de quem será definitivamente a responsabilidade para administrar a venda para a categoria.

O moto-taxista Gildenor Morais, da Praça localizada vizinho ao Laboratório do Hospital Regional, também está cobrando, além dos pontos citados anteriormente, a volta da fiscalização que existia por parte da STtrans. Segundo Gildenor os motos-taxistas clandestinos voltaram a agir impunemente na cidade.

A reportagem procurou o Sindicato dos Moto-taxistas para obter mais informações sobre a polêmica, mas ao ligar para a sede recebeu informações que o presidente está em viagem. Fica aberto o espaço para os esclarecimentos por parte do presidente do SIMOT.

 

 

Jozivan Antero – patosonline.com   

        


Publicidade
Publicidade

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSONLINE.COM, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSONLINE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.