comentários  

01 de abril de 2012, 11:48

Denúncia de propina e eleição 2012 são temas de debates entre os vereadores de Santa Terezinha


Aconteceu na tarde/noite da sexta-feira, dia 30 de março, mais uma sessão ordinária na Câmara Municipal de Santa Terezinha Paraíba. Foram registradas as ausências dos vereadores Jezualdo Dias e Célia Cordeiro. Durante a referida sessão não foram apresentados requerimentos, nem votado algum projeto. O que marcou a sessão foi a denúncia de propina contra um deputado federal e discussão sobre as próximas eleições.

Acompanha o desempenho de cada vereador no uso do seu tempo na Tribuna da Casa

Vilma Karla

Frisou a questão política local – pediu calma aos colegas, pois cada grupo já começou a se movimentar. Segundo ela, a comunidade precisa tomar mais conhecimento sobre o papel do vereador. O legislador não pode faze muito. Às vezes as questões políticas atrapalham o progresso da cidade. Ela disse que acredita que cada grupo pode ter coisa melhor para o município. Sobre a entrega das casas do programa Minha Casa Minha Vida, ela disse que fica feliz pelo povo de Santa Terezinha que terá sua casa. No dia seguinte irá conhecer os donos das casas. Pediu reparo de calçamentos em algumas ruas da cidade, pois existem buracos em ruas do centro. Disse que recebeu reclamações sobre a limpeza urbana. Segundo ela, é preciso cuidar melhor dessa área. Quanto aos projetos é preciso discutir melhor.

BORGES

Saudou a todos. Lamentou a falta de chuva na região. Disse que é preciso os governos começar a tomarem certas medidas. Disse que os animais serão os mais penalizados em caso de seca. Alertou que o açude do Capoeira (que abastece a cidade) está muito baixo o volume de água, mesmo assim as comportas continuam abertas. Disse que naquele dia recebeu a informação da chegada de uma viatura da polícia militar para a cidade, e nesta sexta-feira o veículo chegou. Sobre as casas, a firma já entregou, faltando apenas o pedido da água. Neste sábado, dia 31 o prefeito irá entregar as chaves das casas. – Edilson Balancim pediu a palavra e disse – é direito do prefeito colocar o cano que vem da rua – Borges anunciou uma festa na fazenda de Naíde Cabral, aniversário do mesmo no dia seguinte. Anunciou a coligação do PMDB com o PT e PSDB, pediu que Deus ajude a todos e com o melhor consiga a vitória.

Na sua fala ele mencionou duas festas que ocorrera no sábado passado. Disse teve um discurso, onde um ex-prefeito disse que o deputado Wellington Roberto disse que tinha conseguido – insinuou que o parlamentar estava cheio de Whisk - tinha conseguido 300 mil reais e mais 17 poços, depois que Davi ganhou, o deputado queria 20% do valor dos projetos para poder liberar os mesmos. O prefeito disse que poderia devolver. Era melhor que não tivessem falado nisso. Só ficou a verba de algumas casas da zona rural. Ele sabe de toda a história.

EDILSON BALANCIM

Saudou a todos. Externou Votos de Pesar a Nailson que faleceu recentemente. Comentou sobre as casas. Disse que o prefeito iria entregar antes da eleição, mas se não fosse os vereadores cobrando, ele só iria entregar na véspera do pleito. Sobre a água das casas novas, o vereador declarou que é direito do prefeito entregar prontas. Registrou uma pequena festa de surpresa, com a presença de vários politicas e lideranças locais. Disse que pediu desculpa pelo deputado Wellington ter lhe ajudado e ele não ter votado no mesmo na última eleição. Pediu desculpa também a Salomão. Teve que votar em Rui Carneiro a pedido de Zé Afonso. Disse que o grupo é forte e vai vencer mais uma. Disse que o prefeito que hoje governa a cidade foi Zé Afonso que botou na Prefeitura. Pediu reparo em calçamentos da cidade. Pediu a realização de poda nas árvores da cidade, pediu quebra molas em algumas ruas da cidade. Criticou o fato de menores conduzirem motocicletas e carros pelas ruas de Santa Terezinha. Segundo ele, muitas pessoas vêm de Catingueira com Som Alto e ligam aqui em Santa Terezinha, pois aqui, ninguém toma as providências. Lamentou o fato do prefeito não atender aos requerimentos dos vereadores “Era preciso pegar uma ficha para falar com o prefeito”.

ZÉ NILTON

Cumprimentou a todos. Registrou o convite para Missa de Dina Euzary – vó de Otávio Neto a ser realizada no dia seguinte – pediu que quem pudesse fosse assistir missa. Segundo ele, Otávio E Euzary foram pessoas de bem. Associou-se aos votos de pesar pelo falecimento de Nailson, que lutou muito, porém não conseguiu a vitória. Registrou o falecimento de Manuel Melquíades. Agradeceu ao governador pela viatura enviada à cidade. Disse que a polícia não pode ficar a pé. Devia ser um carro novo.

Registrou a visita do deputado Wellington Roberto a cidade. Disse que Santa Terezinha tem muito que agradecer ao deputado. Lembrou que quem ganhou a eleição foi Davi. Se Rui tivesse sido eleito, a cidade hoje seria outra. Sobre o Projeto de Lei, pediu ao vereador Salomão que explicasse melhor sobre o referido projeto. Questionou as vagas em excesso que o prefeito pede no Projeto de Lei. Justificou a questão do cemitério que precisa urgente de um funcionário.         

Com relação a entrega das casas, ele só tinha a louvar, pois a população precisa. A entrega será em boa hora. Ele disse que tem vereador que cita muita que algumas coisas só acontecem em dia de eleição. Disse que o povo do Lageido (Sítio local) está revoltado. Afirmando que não vale apenas votar. Mas essa semana, o prefeito que passou três anos sem pisar naquela localidade, disse que agora vai fazer o abastecimento d’água. Até o local da caixa já foi escolhido. O prefeito tinha escolher um local e fazer um poço. Disse que mesmo assim, aplaudia a atitude do prefeito, mesmo sabendo que era com segundas intenções.

Vereador Borges

SALOMÃO

Saudou a todos. Iniciou acostando-se aos votos de pesar a família de Nailson pelo falecimento do mesmo. Disse que o jovem passou 80 dias internado no HU – Hospital Universitário de João Pessoa, porém não conseguiu a saúde. Agradeceu ao convite recebido para a missa de Dona Euzary.

Parabenizou a chegada do veículo para a Delegacia de Polícia na cidade. Mesmo sendo tarde, mas é válido.

Pediu a votação das contas do atual prefeito já para a próxima sessão.

Comentou a fala de Borges sobre a acusação ao deputado Wellington Roberto estava cobrando propina para poder liberar a verba. Segundo ele, é preciso esclarecer essa situação, pois é uma denúncia grave.

Comentou as festa do último sábado de apresentação das candidaturas das pessoas ligadas ao ex-prefeito Zé Afonso. Lamentou o fato dos pré candidatos não estarem presentes. “Isso é um caminho que não é corretor. Você fazer uma festa de lançamento e não mostrar o candidato, já é demais”, disse ele.

Negou que o grupo dele tivesse feito uma festa – o que houve foi um bingo. Frisou que a candidatura do seu grupo está crescendo e se consolidando, pois tem seriedade e respeito com o povo. Sobre a entrega das casas, disse que era interessante, mas graças ao Governo Federal. O prefeito tem a parcela dele, mas a saudação maior era para a presidente Dilma.

Comentou o aniversário de Naíde Cabral, mas estranhou, pois fazia muito tempo que não havia festa na fazenda São Gonçalo.

PERSEGUIÇÃO

Disse que tiveram alguns motoristas que foram prejudicados. Disse que defendeu esses motoristas, mas lamentou o fato desses mesmos funcionários estarem hoje abraçando o prefeito. 

Médico político – disse que não existe médico que trabalha de graça. Quando tem um, que vem atender de graça, uma, duas, ou três pessoas, é porque já está faltando seu trabalho em algum lugar. Saúde é prioridade, se o prefeito fizer a coisa certa, não existe espaço para médico paraquedista receitar em troca de voto. – Zé Nilton disse que a saúde do município está lamentável -  

Salomão disse que rogava pela saúde do amigo dele, seu Felix.

Lamentou o fato de ter sido pedido, vários quebra molas para ruas da cidade e não ter sido construídos. O prefeito tem que ter a sensibilidade de construir. 

Campanha eleitoral já está deflagrada. Ele e mais três vereadores estão na luta com o pré candidato Arimateia e afirmou que um grande projeto de governo está sendo elaborado. “Será um trabalho honesto, feito na busca da conscientização do eleitor”, disse ele.

PROJETOS DE LEI

PROJETOS DAS DIÁRIAS – É legal, e precisa ser feito.

CARGO COMSSIONADOS – Existe nomenclatura que pode se tornar ridículo. Coordenador de campo de futebol, coordenador de matadouro público. Do ponto de visto técnico existe erro na nomenclatura. “São absurdas”, disse ele.

PROJETO CONTRATO POR EXCEPCIONAL INTERESSE PÚBLICO – A justiça julgou que a contratação por excepcionou interesse é ilegal, é preciso analisar bem e levar o caso ao Ministério Público.

JÚNIOR CORCINO

Saudou a todos. Agradeceu a Deus por mais um dia. Acostou-se aos votos de pesar a Nailson que faleceu.

Parabenizou o chefe do executivo pela chegada da viatura da polícia que chegou a cidade. Disse que vários requerimentos foram apresentados pelos vereadores pedindo o envio de uma viatura para Santa Terezinha.

Sobre as casas, disse que era de fundamental importância para o povo da cidade, e afirmou que as pessoas que estão se sentindo prejudicadas procurem seus direitos, se for o caso, até a justiça. Espera que seja entregue as pessoas realmente carentes.

Sobre as palestras que estão sendo realizadas na sede do legislativo, classificou de extremamente importantes para das famílias da cidade, onde o prédio foi cedido por 12 dias para a realização dessas palestras.

PROJETOS – Diárias – é importante, e o outro da criação de cargos precisa ser muito bem analisado.

Disse que um projeto de sua autoria – 25 de março (saúde do homem) – de sua autoria – recebeu pouca atenção por parte do poder público, o que o deixou muito triste. “Nem sequer uma palestra foi oferecidas aos homens do município pelo Poder Público”.

2º Expediente

BORGES

Agradeceu o convite da missa de Dona Euzary. Sobre sábado. Santa Terezinha tinha cinco médicos. Pediu a Deus que der saúde para a esposa do ex-vereador manasses. Sobre a prova pedida por Salomão sobre a acusação de propina pedida por Wellington Roberto, Borges disse que recebeu a informação do prefeito Davi.

EDILSON

Parabenizou ao prefeito pela viatura que chegou a cidade, dizendo que o governo comprou novas viaturas e mandou as usadas para as cidades pequenas. Registrou o acidente que aconteceu no restaurante que ele trabalha.

Agradeceu o convite de Missa de Dona Euzary, e comentou que a casa foi uma luta de todos.

SALOMÃO – Se reportou a denúncia de Wellington Roberto a denúncia é grave. Edilson – a acusação é grave e ele irá querer provas.

Entrega – prefeituras estavam segurando obras para serem entreguem em ano eleitoral.

PRÓXIMA SESSÃO – DIA 13 DE ABRIL 


Publicidade
Publicidade

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSONLINE.COM, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSONLINE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.