comentários  

09 de abril de 2012, 22:32

TAXAS DE CADASTRO, SERVIÇOS DE TERCEIROS, TAXA DE APROVAÇÃO DE CRÉDITO, SAIBA QUANDO OS BANCOS E FIN


TAXAS DE CADASTRO, SERVIÇOS DE TERCEIROS, TAXA DE APROVAÇÃO DE CRÉDITO, SAIBA QUANDO OS BANCOS E FINANCEIRAS METEM A MÃO NO SEU BOLSO E APRENDA A SE  DEFENDER


Que o Brasil é o país onde os bancos mais lucram, isso todo mundo já sabe, aqui, até mesmo as taxas de empréstimo consignado (em média 2% ao mês) são maiores que as taxas anuais de crédito em países como EUA e Canadá. Também não é novidade que durante a crise mundial enquanto gigantes como o Citibank ou Lehman Brothers quase faliram os bancos brasileiros tiveram um lucro histórico, isso na contra-mão do mundo que só contabilizava prejuízos.

Sem freios legais e cobrando as maiores taxas do planeta, alguns de nossos produtos bancários são absurdos, aqui é permitido se emprestar R$ 100,00 por R$ 550,00 ( cartão de crédito em 01 ano).

Por outro lado, as financeiras, que bancam o sonho do carro próprio além de taxas, cobranças, multas, enfim, depois de empurrar todos os tipos de abuso ainda furtam o consumidor cobrando taxas abusivas, seja para confecionar cadastro, montar perfil financeiro, além de outras imposições fraudulentas como “serviço de terceiros”,registro”, “retorno econômico” afinal é grande a criatividade em dar nomes às arapucas montadas para batizar as violações do patrimômio dos clientes, tudo isso cobrado conjuntamente com as mais  violentas taxas do mundo civilizado.

Por isso, várias financeiras e representantes sequer enviam ao cliente a cópia do Contrato de Financiamento, fato que dificulta o reconhecimento da fraude, não sendo incomum ter de se recorrer ao Procon ou à Justiça para obter acesso às informações contatadas.

Felizmente a Justiça tem limitado a sanha bancária pelo dinheiro dos clientes e considerado ilegal a cobrança de taxas, adicionais e serviços implantados nos contratos de empréstimo e de financiamento sendo pacífica a devolução dos valores cobrados indevidamente fato que ocorre até com relativa facilidade, como a cena do ladrão flagrado no ato que se apossa do bem da vítima e com um sorisso amarelo devolve o produto do furto.

Ou seja, se você financiou ou contratou empréstimo bancário nos últimos 05 anos tem direito a requerer judicialmente a devolução do que lhe foi cobrado ilegalmente para isso siga as seguintes dicas:

a)     Localize seu contrato, se não tiver em seu poder exija uma cópia do Banco;

b)    Procure localizar a existência de taxas, serviços e outros valores acrescidos ao montante que você financiou;

c)     Procure um advogado de sua confiança e regulamente inscrito na OAB para tomar as medidas cabíveis.

Enfim, é tudo uma questão de cidadania pois acões desse tipo, se tomadas de forma coletiva, podem fazer a rede bancária entender que os clientes apesar de vítimas do sistema financeiro não aceitarão calados mais um abuso contra suas finanças, afinal, os bancos não perdoam !

 

Dr. Taciano Fontes - advogado.

 


 


Publicidade
Publicidade

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSONLINE.COM, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSONLINE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.