comentários  

03 de novembro de 2013, 18:25

Dilema de quem precisa


Não tem como ficar calado para as injustiças. Injustiças cometidas contra quem precisa, porque quem pode não procura a saúde pública do município e nem tão pouco do Estado. Como é triste você ver as pessoas doentes perambulando de um lado para outro sem nenhuma solução, principalmente nos finais de semana. Procuram o hospital, alegam que é de competência do município e se procuram o município da mesma forma são informados que é de obrigação do hospital e com esse vai e vem ficam as pessoas de um lado para outro, muitas das vezes crianças e pessoas idosas.

 

Digo isso porque presenciei domingo passado, uma senhora em uma farmácia local, compulsivamente chorando  com uma dor na cabeça  que já tinha ido duas vezes ao hospital e a resposta era para que a mesma tentasse atendimento pelo município na base do Jatobá, porque, no hospital só urgência. Pergunto: Será se uma pessoa desesperadamente chorando com uma dor de cabeça não é uma urgência? Essa senhora poderia está com uma enxaqueca, mas também poderia está fazendo um quadro de um aneurisma ou de um AVC.  Quando não se custava nada ter lhe aferido a pressão e feito um analgésico para aliviar seu sofrimento e não mandar procurar atendimento em postos do município fechados nos finais de semana. Mesmo se todos tivessem abertos, a urgência tem que ser feito porque com dor não se brinca e na cabeça pior. O drama dessa senhora que por sinal era de fora e de tantos outros que ficam sendo jogados de um lado para outro só tem um significado, falta de humanidade. Vejo assim.

Será?

Os oposicionistas do vereador Marcos Eduardo, que assumiu a STTrans esse mês, já estão lhe detonando impiedosamente. Alegam que o mesmo está chegando com uma lista de 19 assessores. Uma nova Câmara?

 

 

 

 

 

 


Assume

O ex-chefe do STTrans, o advogado Maurício Alves, deixa bem claro que assume uma cadeira na Câmara não só como vereador, mas acima de tudo líder da prefeita Francisca Motta(PMDB). Quis dizer. Francisca terá só um líder e não outros como vinha acontecendo. Líder demais só atrapalha.

 

 

 

 


Ou governo ou oposição

Por uma fonte soube que o governador Ricardo Coutinho já está sabendo do jogo duplo de alguns vereadores eleitos em sua base em Patos, e já avisou que não vai permitir. Por sinal, a fonte citou os vereadores Inácio de Gelo e Isis, que estão na mira de RC para optar se vão continuar fiel a base governista ou da prefeita Francisca Motta. Porque, como vem querendo servir a dois, isso é que não pode. Vem chumbo grosso???

 

 

 


O que estão querendo mais?

Alguns fanáticos petistas da base de Patos e João Pessoa já estão por ai com a campanha do atual vice-prefeito de Patos Lenildo Morais para deputado federal. Enquanto esses alimentam, outros já deixam bem claro da não possibilidade tendo em vista, que o partido tem compromisso com o PMDB local e jamais permitiria Lenildo bater de frente com Hugo Motta, candidato à reeleição. Estão querendo mais o quê?

 

 

 


Curso de Medicina

Em entrevista as emissoras locais, o presidente da FIP (Faculdades Integradas de Patos), João Leuson Palmeira, bastante alegre, anunciou que o primeiro vestibular para o curso medicina da cidade de Patos será provavelmente já em março do próximo ano. Um sonho realizado a tantos anos esperado por todos. Concluiu. Esperamos que dessa vez Thopson Mariz não tente atrapalhar como assim fez quando tirou o referido curso de Patos para instalar sem as mínimas condições em Cajazeiras.

 


Campestre

Uma fonte fidedigna me informou que estão construindo no terreno do Campestre Clube local algumas casas. Também fui informado que já tem vários sócios se articulando para entrarem na justiça com uma ação de embargo tendo em vista não acharem justo tal atitude da administração sem o consentimento de todos eles. Para permitir tais construções, todos teriam que ser convocados por escrito e em assembleia aprovarem, e não meia dúzia decidir por dezenas.

Se na verdade estiver acontecendo isso, também não concordo porque sou sócio e já fui inclusive da Diretoria com Dr. Otácílio e outros e não fui convocado para tal reunião que permitiu venda de terreno pertencente a tal clube. Estou com a turma do embargo.


Outra rua?

Pelo que sei, o ex-vereador José Motta (PMDB) apresentou um Projeto de Lei na época concedendo nome de uma rua a Padre Levy Rodrigues no Novo Horizonte. Agora, fui informado que o vereador Ivânes Lacerda está apresentando outro Projeto onde passa a Rua Elias Asfora, ser chamada Padre Levy. Como em Patos pode tudo nada duvido.

O mais engraçado, é que atualmente existem em toda Patos, mais de 400 ruas projetadas e os vereadores não estão nem aí para as mesmas. Só visam as ruas históricas com a única finalidade de agredir a história. É uma lastima viu!!!!!

Agradecimento

De público quero agradecer a todos meus amigos, que pessoalmente ou online, enviaram suas mensagens de condolências pelo o falecimento de minha mãe (Otávia Regis de Medeiros), ocorrido em Patos, no último dia 21(outubro). A todos só tenho que agradecer de coração e dizer como elas foram bem vindas. No momento de dor como é bom ter amigos. São nessas horas que contamos com eles. Obrigado em meu nome e de toda minha família.

 

 

 


Sem condições

As autoridades da Segurança Pública da Paraíba, acredito que estão informados da falta de condições de funcionamento da 5ª Superintendência da Polícia Civil na Rua Bossuet Wanderley na cidade de Patos. Um dos piores problemas é a falta de estacionamento, que não existe, e com isso gera muitas das vezes um verdadeiro tumulto quando acontecem ocorrências de grandes proporções. Alias, é um grande problema para se consertar o trânsito nessa localidade por falta de espaço para as viaturas das policiais civil e militar. No São Sebastião, ao lado do antigo prédio do INSS tem um colégio desativado servindo simplesmente para usuários de drogas e baderneiros, e porque não utilizá-lo?


Menores armados

É impressionante o número de homicídios com armas de fogo na cidade de Patos. O mais interessante é que a maioria é praticada por menores de até 15 anos. O que vem chamando mais atenção é como essas armas chegam às mãos dos mesmos com tanta facilidade. Uma boa fonte fornecedora deve existir na cidade, não acham?

 


Cadê as providências?

Não podemos deixar de reconhecer a valorização mesmo com tantas criticas que trouxe o “Canal do Frango” para as pessoas que residem às suas margens. Mas, para que o mesmo permaneça como foi inaugurado é necessário de constante manutenção o que não está havendo. A sujeira já toma conta e o pior é que as mudas plantadas nas suas margens, a exemplo de Pau Brasil, Pau D’arco, Ipês e tantas outras, estão morrendo por falta de água. Construir, inaugurar e abandonar, não é o correto.

 

 

 

 

 


Upas?

Finalmente, o que falta para se colocar em Funcionamentos as Upas que tiveram suas obras iniciadas desde a administração do prefeito Nabor Wanderley e até hoje, nunca terminaram depois de gastos rios de dinheiro público? Estranho isso não é? O que seria Unidade de Pronto Atendimento está se transformando em Unidade de Pronto abandono e nenhuma solução de imediato.

 

 


Teleton

Domingo assistindo um pouco o Programa de Silvio Santos, torcendo para o Teleton atingir sua meta para o ano de 2014, pude ver como o dinheiro bem aplicado e honesto rende. R$26.000.000,00(Vinte e seis milhões) é o que este órgão calculou para manter todo esse projeto em território nacional no ano de 2014 com médicos, compra de equipamentos, construção de novas unidades e com serviços de traumatologia, ortopedia e fisioterapia e muitos outros de primeiro mundo. Então, agente fica se perguntando. Porque uma simples obra de prefeituras mal acabadas se gasta muitas das vezes acima desse valor. Estranho né?

 


Osvaldo Medeiros

www.osvaldomedeiros.com


Publicidade
Publicidade

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSONLINE.COM, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSONLINE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.