comentários  

29 de maio de 2014, 07:44

Cirurgia - Alimentação no pré e no pós-operatório


Quase sempre, ou pelo menos com bastante frequência, é comum ouvir em uma roda de amigos esse tipo de conversa: ''Amigo! Depois dessa cirurgia você vai ter que cuidar da sua alimentação''.  Nada mais que uma grande verdade.

Estudos mais recentes com cirurgiões plásticos, cientistas, nutricionistas, entre outros, descobriram que antes da cicatrização de uma cirurgia ser apenas um problema estético também deve se ter a preocupação com todo o processo que envolve essa cirurgia, como por exemplo, a recuperação do tecido em menor tempo e com menos possibilidades de inflamações.

''Certas substâncias encontradas em alimentos ajudam a reconstruir o tecido lesionado, seja pelo bisturi do cirurgião, seja por um acidente'', afirma o médico Laércio Guerra Garcia Júnior, especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e diretor da Clínica Ephesus, em São Paulo. Por outro lado,  afirma ele,  que tem coisas que você deve evitar desde antes da cirurgia, em prol também de uma cicatrização quase invisível. Aposto que você já adivinhou! Pois saiba que o Camarão é um perigo.

Pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) ofereceram a quarenta cobaias uma dieta equilibrada com boas porções de proteínas, gorduras e carboidratos. Uma parte das cobaias recebeu uma porção extra de camarões. Depois de um tempo da dieta, os animais foram submetidos a uma pequena cirurgia de aproximadamente quatro centímetros na região do tórax. ''No quinto dia após a operação nos ratos, cuja dieta continha camarão, a cicatriz se rompia com a maior facilidade'', percebeu Elizabeth Borges, professora do Departamento de Fisiologia e Biofísica, da UFMG. ''No entanto, no 21 dia, quando a cicatrização já estava totalmente concluída, não observamos diferenças entre os dois grupos'', completa a cientista.

Antes e principalmente depois das cirurgias, evite: queijos gordos ricos em gorduras saturadas, pois atrapalha a cicatrização.

Mais uma galera que deve ficar longe da mesa de casa nesses dias é o CAMARÃO. Ele tem concentrações elevadas de quitosana, uma molécula que  favorece  a inflamação da pele. A CARNE DE PORCO: Também inflama a cútis, podendo elevar além da conta a produção de colágeno e gerar uma supercicatrização conhecida como queloide. A  SOJA: As isoflavonas da leguminosa estimulam a liberação de substâncias do corpo que rendem mais e mais inflamação na ferida. PIMENTA: Tem capsaicina, substância que é ótima para as artérias, mas um tanto quanto agressivas para a pele, melhor dar um tempo por enquanto. A carne, por proporcionar aminoácidos essenciais para a fabricação do colágeno que em doses adequadas, funciona como uma espécie de cimento para fechar a ferida, precisa fazer parte da dieta. “A saída, então, é recorrer a cortes mais magros, a exemplo de lagarto, alcatra, coxão mole, filé mignon e músculo’’, indica a nutricionista Paula Castilho da UFPR”. Os peixes também devem frequentar mais a mesa nesses períodos, pois são fontes de ômega três, uma gordura de ação anti-inflamatória e são opções fáceis por aqui, Sardinha, Atum e Salmão.

As frutas também são sempre muito bem vindas, por causa do conteúdo de antioxidantes. Quanto mais vitamina C, melhor. Laranja, maçã, pêssego, acerola tem nutrientes essenciais  para a formação correta e adequada do colágeno, proteína que regenera o tecido.

Podem e devem também ser consumidos vegetais arroxeados, como cereja, beterraba e berinjela que contem antocianina, um dos antioxidantes mais efetivos para a pele.

Peixes e carnes vermelhas magras também ajudam na recuperação. Castanhas, nozes e afins, que contem gorduras benéficas com poder anti-inflamatório, além de ser boa fonte de zinco, mineral que garante o equilíbrio entre produção e degradação de colágeno são bem vindos.

Deu para perceber então que não vai depender somente da destreza do cirurgião para a aparência  da sua cicatriz. As escolhas alimentares vão fazer toda a diferença na recuperação total da sua pele.

Mais uma vez, só que de outra forma, através de outra abordagem, o leitor da coluna ART GASTRÔ vai perceber que não tem outro caminho. Evite sedentarismo e comidas que não se traduzam em saúde quando ingeridas. Evite frituras, produtos transgênicos, embutidos, carnes e coisas gordurosas, além é claro dos perigosíssimos enlatados.

Saúde e paz a todos de Boa Vontade.

A boa de todos os dias: Olhar para as pessoas que você AMA e dizer a essas pessoas que você as AMA. A vida não costuma dar mole a ninguém! Então não perca nunca esta oportunidade. Amanhã pode não ser mais o dia adequado, pode não dar mais tempo.

 

 

 



Publicidade
Publicidade

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSONLINE.COM, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSONLINE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.