comentários  

11 de setembro de 2014, 06:26

+ POTÁSSIO - SÓDIO = SAÚDE


Investir no potássio é tão importante quanto reduzir o sódio que está presente no sal e em vários produtos industrializados. Isso se você quiser manter a pressão arterial sob controle.

A proposta parece absurda, mas é real e até dá para fazer uma comparação. ''Imagine você andando por ai, dentro de um carro que tenha somente pedal de acelerador. Sem o pedal do freio”. Pois é exatamente isso que acontece no corpo humano quando o equilíbrio entre o sódio e o potássio não acontece. Um atua exatamente da maneira oposta ao outro. Enquanto o sódio (sal e produtos industrializados) pressiona os vasos sanguíneos, o potássio (presente em vegetais, frutas, leguminosas e cereais integrais) ajuda a relaxá-los. Quando isso não acontece, as artérias ficam a beira de um desastre.

A novidade na prevenção de doenças cardiovasculares veio no último Congresso da Sociedade Americana para Nutrição, em San Diego, nos Estados Unidos. Em sua apresentação o pesquisador Andrew Mente, do Departamento de Epidemiologia Clínica e Bioestatística da Universidade McMaster, no Canadá, detonou: ''Não podemos focar apenas na diminuição do sódio é preciso estimular o consumo de potássio. Até porque, em níveis elevados, ele chega a amenizar os efeitos deletérios do excesso de sódio".

Segundo Sérgio Lâmego Rodrigues, do centro de investigação Cardiovascular da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), qualquer acréscimo no consumo desse nutriente, potássio, é positivo. No Brasil, a coisa anda desse jeito: O ideal de consumo diário de Potássio deveria ser de 4,7 g, mas a média de consumo do brasileiro, mal chega a 2,3 g dia, menos da metade do exigido. Já o Sódio, que deveria ter um consumo de no máximo 2 g dia, atinge o percentual de 4,8 g, exatamente mais que o dobro do permitido.

“Apesar de o maior consumo de potássio gerar benefícios por si só, o melhor dos cenários é aquele em que isso ocorre em paralelo à diminuição de sal”, esclarece a nutricionista Márcia Simas, do Hospital Universitário Pedro Ernesto, no Rio de Janeiro, acrescentando: “Não adianta olhar para qualquer um dos dois isoladamente. É fácil perceber que não há nenhum sacrifício em incluir o potássio no cardápio. Basta  comer mais frutas e hortaliças”, resume a nutricionista Maria Del Carmem Bisi Molina, da UFES.

Veja só alguns desses exemplos: manga, extrato de tomate, banana nanica, milho, mandioquinha cozida, romã, sal light, farinha de soja, banana prata, chicória, mamão papaia, goiaba vermelha, água de coco, repolho roxo refogado, melancia, agrião, leite de vaca, feijão carioca cozido, amendoim cru sem sal, aveia em flocos, abacate, entre outras frutas, verduras e leguminosas. Pra quem não sabe essa a chave para uma total adesão a um cardápio balanceado. “Se cozinhar as verduras com muita água, boa parte dos nutrientes vai embora”. É o que alerta Márcia Gowdak, nutricionista da Sociedade Brasileira de Hipertensão. “Assim prefira prepará-las no vapor, ou aproveite o caldinho do cozimento na receita'', acrescenta ela. O conselho, e o consenso,  é elevar o consumo de potássio tanto quanto maneirar no de sódio. Caso contrário, seria o mesmo que entrar numa loja de carros, comprar o modelo mais potente, retirar os freios e sair por ai em alta velocidade. Não precisa nem adivinhar o final dessa história, acidente na certa.

Como dá para observar, em se tratando de saúde, não dá para ficar sem frutas, verduras, legumes, cereais integrais, sal light, e claro, tirar a poupança do sofá e dar no mínimo uma caminhada diária de aproximadamente meia hora. Sim: deixar a ingestão de álcool para de vez em quando, ou ...quase nunca. (fonte: Revista Saúde)

 

Saúde e paz! Até a próxima semana.

 

A BOA DO MOMENTO: Tentar descobrir em meio de tanta mentira quem mente menos, e como não tem jeito de não participar, leia: Se for votar  escolher, na pior das hipóteses, o menos ruim. E ai se você for religioso, começar a rezar para que no fim tudo termine bem. Até porque 2015 não vai ser brinquedo não.

 

Até a próxima semana, se Deus quiser.

 

Lourimar Neto é proprietário do Costela no Bafo

Aproveite a PROMOÇÃO de costela bovina para viagem!

R$ 40,00 (dá pra quatro pessoas). Acompanhamentos: Arroz, feijão, couve-mineira, farofa com banana, farofa com bacon, macaxeira cozida, vinagrete e salada.

Telefones: 9627-4215 e 8673-8847

 



Publicidade
Publicidade

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSONLINE.COM, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSONLINE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.