comentários  

22 de maio de 2016, 14:39

Eu sou o Sertão!


Em uma tarde de maio, o céu estava nublado, a terra toda molhada, o campo todo vestido do verde cor da esperança. Quão é sua beleza, vista em todas as faces, assim se contemplam os laços de sentimentos profundos, de amor tamanho do mundo, embora seja só nosso.

Eu quero ser conhecido em meu país arretado, porém quero ser mostrado pelo lado fértil da vida, que brota a todo instante, em cada canto, um encanto. Desde serra, o riacho, a cacimba, o açude e o campo da caatinga verdejante. Os animais nas pastagens se deliciando e os pássaros cantando de suas árvores frondosas, embelezando os amantes da natureza divina. Assim, quero ser notado e também apreciado, em minha expressão real.

 De minha parte exijo um pouco mais de respeito por parte da grande mídia, não me veja só de um jeito, quando forem descrever a minha biografia, tenha em mente essa valia, já que na vida tudo tem seus dois lados. É também conveniente conferir meu outro norte, pois ele é cheio de sorte, entretanto, pouco divulgado pela Comunicação brasileira.

É verdade que careço de algumas técnicas de manejo e de um estudo mais denso para brindar a minha gente. É essencial o uso correto d´água, em todos os seus aspectos, sobretudo na irrigação do meu chão, para eu poder produzir mais frutos junto aos meus irmãos. Sertanejos defendam nossa bandeira com amor e esperança aqui e em toda ribeira.

 O apreço por vós é muito nobre, quase que viro devoto da luta, da garra, desses homens fortes. A fé do nordestino me comove, em Jesus, o Salvador. É a superação por meio da oração, é premissa de louvor com muito ardor, para trilhar o Caminho do Senhor, pois Ele é puro Amor. É bonito observar, o carinho do meu povo por Maria a suplicar.

 Além disso, pretendo com muita disposição auxiliar aos amigos, nessa orientação, pra saber armazenar a chuva quando voltar. Pois, se tenho solo fértil, igualmente, verifica-se lá no meu subsolo. Entretanto, é bom saber água reter e, a melhor maneira de exercer é construindo barragens debaixo do chão. Eita, ideia bendita e também muito arretada, precisamos só juntar, pra parceiras formar junto ao poder público pra poder executar.

 A consciência ecológica da minha sociedade é pra mim sobrevivência, portanto nada de desmatamento, queimadas ou assoreamento. Traga tudo isso em mente. Preservar a natureza é premissa da gente. A recíproca é verdadeira e dou o maior valor. De tal modo me apresento, eu sou o Sertão!

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deus abençoe a todos!

 

Jordan Bezerra


Publicidade
Publicidade

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSONLINE.COM, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSONLINE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.