comentários  

04 de novembro de 2016, 08:59

O PERU DE NATAL


                           Não quero falar da Festa Natalina e nem dos tradicionais jantares de confraternização que acontecem todos os anos na maioria – ou minoria? – dos lares brasileiros, nem dos presentes, nem dos abraços fraternos, dos reencontros festivos e nem do clima amigável reinante em todos os ambientes cristãos, na época. Não. Quero falar do Peru de Natal.

                             Dizem aqueles que zelam pelas tradições das festas de fim de ano, que sem o peru, o natal não presta. Perus e presentes são coisas imprescindíveis na época. Necessário se faz  também que antes da festa se prepare a casa, limpem-lhe os cômodos, preparem o ambiente de forma a que tudo esteja bem, no momento certo.

                            Quem tem sorte ganha de graça o peru, sem esperar, e o presente  natalino também. Dinaldinho, o nosso futuro prefeito, é um felizardo. Ganhou tudo. Casa arrumada, pessoas indesejáveis bem longe dele e muitos dos problemas cruciais do município praticamente resolvidos.

                             Com isto, terá muitos mais tempo e disposição para que de cabeça fria possa formar o seu secretariado escolhendo criteriosamente cada pessoa que seja exatamente adequada a cada pasta. Até agora não ouvi da parte da Imprensa, dos adversários, dos políticos e do povo em geral, qualquer comentário ácido que condenasse a convocação de um deles sequer. Ao contrário. Ouvi palavras de apoio e elogios.

                              Parece-me que neste ponto vai muito bem o nosso futuro prefeito.

                              Quando ao resto, o que se espera dele é que faça uma boa administração, afaste-se de qualquer tipo de corrupção e honre os compromisso assumidos durante a campanha e cumpra todas as promessas que fez ao povo.

                             Dinaldinho terá muito que agradecer ao Sr. Lenildo Morais, hoje prefeito interino do município, por se esforçar bastante para entregar-lhe a administração limpa. Limpa de certos elementos perniciosos e de imoralidades administrativas das quais a cidade tomou  conhecimento, incluindo escândalos administrativos que provocaram o afastamento da prefeita Francisca Motta e de auxiliares diretos seus , alguns dos quais, terão ainda que acertas contas na Justiça.

                                Acrescente-se a isso e lhe imputem  méritos  pela coragem de, mesmo na interinidade, assumir-se como responsável pelo destino  do município e , embora faltando poucos dias para o término do seu mandato , não fugir ao dever de apaziguar conflitos e resolver problemas urgentes necessários , para que não haja soluções de continuidade nos vários setores cruciais de sua administração

                               Lenildo Morais cresceu muito, por isso, na avaliação popular e pode-se dizer sem medo de errar que a sua curta administração o credenciou bastante para concorrer aos futuros pleitos e mesmo a cargos administrativos de importância e com o apoio do povo.

                                  Lenildo nos surpreendeu. Está a nos surpreender a cada dia que passa.

                                  Oito dias depois do Natal, o Dr. Dinaldo Wanderley Filho assumirá o mandato. Se não encontrar a casa como desejaria, pelo menos a encontrará  mais saneada, arejada e menos suja para começar. O resto é com ele. Lenildo está fazendo a sua parte. Fez, até agora, o que era possível fazer, nas circunstancias atuais porque não é fácil administrar o caos.

                                   Vai entregar a Dinaldinho a casa arrumada, semi-saneada, com os mais urgentes conflitos resolvidos e em paz. Não poderia haver melhor presente de Natal. Lenildo contrariou, para isto, muitos interesses com firmeza e altivez.

                                  Pode, inclusive,  pagar o pato e amargamente saboreá-lo sozinho.  

                                   

 

Souza Irmão – 04-11-2016


Publicidade
Publicidade

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSONLINE.COM, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSONLINE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.