comentários  

03 de janeiro de 2017, 22:26

Dr.Érico fala sobre possibilidade de ser expulso do PSB de Patos. Ele afirma que não pedirá desfiliação da legenda


Após o advogado Zé Lacerda (PSB) falar à imprensa afirmando que o médico Érico Djan teria contrariado o partido a nível local quando resolveu apoiar sozinho o médico Dinaldo Filho (PSDB) para prefeito, ele mesmo veio a público para descordar e apresentar sua versão dos fatos.

Segundo disse Djan, desde o início o partido mostrou sinais de muita indefinição quanto à candidatura própria para prefeito, uma vez que durante as reuniões ficou definido que o partido teria sua própria candidatura ou não se coligaria com nenhum partido.

"Quando o partido resolveu que não teria candidatura própria, nós respeitamos o partido, mas também temos nossas convicções e nossa consciência e o nosso compromisso com a população e não com barganhas políticas. Seguimos nossa consciência, não apenas eu, mas também outros afiliados que decidiram uma candidatura de mudança naquele momento. Não vejo nenhuma intenção de traição da minha parte, tendo em vista que ficou definido que não apoiaríamos ninguém", comentou.

Ele ainda mencionou que o partido deve sentar e rever suas decisões e até planejar as ações futuras, inclusive para deliberar o caso de decisões individuais como a dele. Por último, ele afirma que não tem pretensão de sair do partido.

 

Ouça mais detalhes na entrevista abaixo.

 


 

Matéria por Patosonline.com

Sonora cedida por Higo de Figueiredo


Publicidade
Publicidade

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSONLINE.COM, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSONLINE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.