comentários  

02 de março de 2017, 15:04

Precisamos urgentemente sair do círculo


Saturação! Essa parece ser a palavra. Começamos a perceber que algo está errado. A ideologia do partido político; a doutrinação que lhe foi imposta; o discurso emocionado do seu líder religioso; a noção de arte, ou de música de qualidade parece que já não funcionam para a grande parte da geração presente. Aos poucos vamos percebendo que de algum tempo para cá, estamos sendo fabricados para atender a algum tipo de interesse. Seja através de comerciais de TVs, que nos incentivam a consumir determinado produto, ou do meu orientador religioso que diz com toda convicção que preciso pagar certa quantia todo mês, pois o criador de todas as galáxias precisa das míseras moedas. Mas, o que mais nos choca, é saber, que mesmo fazendo tudo aquilo, que a política, a mídia, a região ordenada, a civilização atual entrou em parafuso. Sim, parece que perdermos o rumo. Nossa música não é mais a mesma; a arte está perdendo o sentido da própria palavra; o senso de limite, de respeito, de dignidade; parece que está sumindo em uma névoa de choque de interesse e visão de mundo. Nossa juventude parece ter perdido o sentido de descobrir, inventar, sonhar, VIVER.

Por esses e muitos outros motivos cheguei a conclusão que entramos em um redemoinho de desconstrução de nós mesmos. Precisamos rapidamente rever todos os nossos conceitos. TODOS! Estamos andando em círculos, e se não pularmos fora o quanto antes, vamos perder a noção de tudo. É desconfortável e angustiante ver pessoas seguindo cegamente uma ideologia política. Elas são manipuladas, enganadas, roubadas, e mesmo assim continuam defendendo seu suposto líder até ás últimas consequências. São ovelhas mantendo e aplaudido o lobo, pois foram orientadas por alguns para isso, ou acham que só conseguem, ou conseguiram sua parcela de gramínea (alimento), por causa do “bom lobo”. Elas não entendem que o predador (lobo) será sempre feroz, e que a ruína de cada uma, é só uma questão de tempo. As pobres ovelhas não percebem que o alimento (que o lobo diz possuir), na realidade é o próprio chão que elas pisam, e que pertence a todos.

Mas, essa saturação, o aparente caos, a sensação de desordem total apontam para o caminho certo: A necessidade de pular fora do círculo. Sim, de entender que chegamos ao teto, enchemos a medida, saturamos o planeta. Milhares de mentes já perceberam isso, e juntas já trabalham para a implantação da redenção da humanidade. Portanto, coragem, força, discernimento. Observe tudo, e comece a questionar muita coisa. Duvide de práticas arcaicas e milenares. Não acredite em soluções que usem métodos antigos e violentos. Comece a se abrir para o novo, e deixe a mente aberta para possibilidades que sempre lhes foram negadas. Deixe o lobo para traz, ao contrário do que ele diz, ninguém tem poder sobre você. A decisão é sua, e só você vai colher suas consequências. Pule do círculo enquanto é tempo, e vamos juntos construir os pilares da nova humanidade. 

Veja o vídeo Lobo e Ovelhas:

 

 


 

Marcos Oliveira é jornalista da Rádio Espinharas e do Portal Patosonline.com
Imagem blog http://circulodaforca.blogspot.com.br/


Publicidade
Publicidade

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSONLINE.COM, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSONLINE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.