comentários  

19 de maio de 2017, 18:08

FPF quer que pelo menos os jogos do Treze no Pré-Nordestão aconteçam em 2018


Treze oficializou ontem na CBF seu pedido para mudar as datas da fase preliminar da Copa do Nordeste de 2018. A ideia inicial é que todos os confrontos aconteçam em janeiro. Mas o presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Amadeu Rodrigues, diz que em último caso vai brigar para que pelo menos os jogos do Galo aconteçam em 2018. Que, para ele, "é o que realmente importa".

O pleito galista foi feito durante reunião de Amadeu Rodrigues e Fábio Azevedo (diretor de futebol do Treze) com Manoel Flores, o diretor de competições da CBF.

De acordo com o presidente da FPF, é plausível o pedido para mundar apenas os jogos do Treze para janeiro, caso a CBF se mantenha irredutível e queira fazer a seletiva no meio do ano. Porque, segundo Amadeu, a classificação de um mata-mata não depende dos resultados dos outros jogos.

Ele explica que as demais partidas podem acontecer a qualquer momento, mas para o Galo da Borborema seria inviável, já que a equipe não tem calendário no segundo semestre e não estava preparado para jogar neste meio de ano (a maioria dos contratos trezeanos se encerraram ao término do Campeonato Paraibano).

Ele prossegue, dizendo que não vai descansar enquanto não conseguir resolver isso:

- Vou brigar até as últimas forças para que os jogos ocorram entre dezembro e janeiro. Precisamos definir uma data que seja boa para o Treze. Eu quero que o Treze tenha o mesmo direito das outras equipes de jogar. De jogar com condições, com uma equipe montada. Em janeiro, todas os times do país já estão treinando, se preparando para as competições do primeiro semestre, seria mais justo.

Ainda segundo Amadeu, assim que o sorteio definir quem são os adversários que vão definir os confrontos da fase preliminar do Nordestão, uma nova reunião entre a CBF, FPF e Treze vai acontecer, para reforçar o desejo galista de disputar a seletiva apenas em 2018.

No novo formato da Copa do Nordeste, apenas 16 equipes vão participar, ao contrário das edições anteriores que tinham 20 times. Ao todo, 12 equipes já têm o passaporte carimbado para o Nordestão, os nove campeões estaduais e ainda os vice-campeões de Bahia, Pernambuco e Ceará.

As quatro vagas restantes serão disputadas entre oito equipes, em quatro confrontos de mata-mata. Os jogos serão formados pelos segundos colocados de Rio Grande do Norte, Paraíba, Maranhão, Piauí, Alagoas e Sergipe; além dos terceiros colocados de Bahia e Pernambuco.

 

Por GloboEsporte.com/pb, Campina Grande


Publicidade
Publicidade

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSONLINE.COM, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSONLINE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.