comentários  

13 de julho de 2017, 09:47

Mesmo com termo de compromisso assinado por gestores, base do SAMU permanece fechada em Teixeira


A polêmica envolvendo o fechamento da base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) na cidade de Teixeira ainda continua causando discussões. Desde o último domingo, dia 09, quando o prefeito Nego de Guri (PMDB) determinou que o serviço não mais ficaria aberto, a região da serra está sem atendimento pela equipe da cidade.

Mesmo tendo assinado Termo de Compromisso no dia 10 de fevereiro de 2017, se comprometendo em manter o serviço, as autoridades de Teixeira ignoraram o documento e buscam retirar a base da central de Patos.

O documento é bastante claro com relação as obrigações do Município de Teixeira e está assinado pelo prefeito de Patos Dinaldo Medeiros Wanderley Filho, pela secretária de Saúde do Município de Patos, Andressa Cistina Sobreira Lopes, pelo prefeito de Teixeira Edmilson Alves dos Reis e pelo secretário de Saúde do Município de Teixeira, Francisco Carlos Elias de Oliveira.

 

No referido Termo de Compromisso ficam explícitos as seguintes obrigações:


1 – Manutenção, emplacamento, seguro, limpeza higienização, abastecimento de combustível e insumos da USB 10;

2 -  Contratação e remuneração do corpo de profissionais condutores e equipe de enfermagem para compor a equipe da USB 10;

3 – Aquisição de fardamento e materiais de resgate e bens de consumo pertinentes ao serviço;

4 – Organização das capacitações dos profissionais;

5 – Fiscalização e funcionamento da base;

6 – Contratação e remuneração de pessoas para auxiliar os serviços gerais e vigilantes que darão apoio na base descentralizada;

7 – Aluguel do imóvel e/ou manutenção da estrutura física do mesmo, adequando para funcionamento do serviço padrão ministerial;

8 – Pagamento de água e luz da sua base descentralizada;

9 – Alimentação dos profissionais plantonistas.

 

Enquanto a celeuma não é resolvida, uma das regiões que tem os maiores índices de acidentes graves envolvendo veículos está sem o serviço. Os casos de urgência e emergência devem ser atendidos pelas equipes da cidade de São José do Bonfim e Patos.

 

 

Jozivan Antero – Patosonline.com

 


 

 

 

Fotos e vídeos da postagem



Publicidade
Publicidade

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSONLINE.COM, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSONLINE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.