comentários  

09 de fevereiro de 2018, 09:36

CRM-PB interdita Hospital de Soledade por falta de responsável técnico e medicamentos vencidos


O Hospital Municipal de Soledade, localizado no Curimataú do Estado, foi interditado eticamente nesta quarta-feira (07) por decisão do conselho Regional de Medicina na Paraíba (CRM-PB). Devido à interdição, o trabalho dos médicos fica impossibilitado.

Em fiscalização, o CRM-PB identificou irregularidades na unidade de saúde que possibilitam a sua interdição. De acordo com o diretor de fiscalização, João Alberto, o CRM-PB identificou a falta de medicamentos, remédios vencidos, ausência de responsável técnico no local e até mesmo falta de material para atendimento de urgência.

Os problemas encontrados na última fiscalização já haviam sido apontados anteriormente em outro relatório elaborado pelo Conselho. Devido à situação permanecer, a interdição para atendimento foi feita.

O prefeito de Soledade, Geraldo Moura Ramos, emitiu ainda nesta quarta-feira (07) uma nota sobre a interdição afirmando que não existe qualquer irregularidade na gestão. De acordo com a nota, a interdição é alusiva à ética médica.

Ainda em nota, o prefeito teceu críticas à oposição que, segundo ele, propaga através das redes sociais inverdades que causam transtornos ao Serviço Público, geram desavenças, estimulam o ódio entre as pessoas e promove a rede do mal.






Fonte clickpb 


Publicidade
Publicidade

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSONLINE.COM, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSONLINE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.