comentários  

13 de março de 2018, 16:26

Morre Bebeto de Freitas, ícone do vôlei brasileiro e dirigente de Botafogo e Atlético-MG


Bebeto de Freitas, uma das figuras mais conhecidas do esporte brasileiro, faleceu na tarde desta terça-feira. Ele sofreu um infarto pouco depois de participar de evento no Atlético Mineiro, clube do qual era diretor-executivo.

"Bebeto sofreu uma parada cardíaca, pouco depois de participar de um evento na Cidade do Galo. O Diretor foi atendido prontamente, mas não resistiu", escreveu o clube em sua nota oficial.

Aos 68 anos, ele havia acabado de participar do evento de lançamento do time de futebol americano do clube. Após passar mal, foi atendido pelo médico da equipe, Marcos Vinícius, e encaminhado de helicóptero para o hospital Mater Dei, mas não resistiu.

O Atlético-MG já emitiu nota decretando luto de três dias, assim como o Botafogo, que informou que General Severiano está à disposição para velório.

"Não falávamos muito, não tínhamos muito contato, mas tenho enorme respeito por ele e pela história do Bebeto", disse Nelson Mufarrej, presidente do Botafogo.

Bebeto foi jogador e também treinador de vôlei. Em quadra, disputou a Olimpíada de 76, em Montreal. Como técnico, comandou a seleção brasileira da 'Geração de Prata" nos Jogos Olímpicos de Los Angeles, em 1984, e também em 1988, em Seul.

Sua primeira passagem no futebol foi justamente no Atlético, em 1999 e depois em 2001.

Depois disso, ele foi para o Botafogo, seu clube de coração, onde foi eleito presidente em 2003, ajudando na reconstrução do clube, que havia sido rebaixado no Campeonato Brasileiro no ano anterior. Reeleito, ele ficou no comando do clube carioca até 2008.

Em 2009 voltou para Belo Horizonte, sendo diretor-executivo do Atlético. Depois, em 2017, ele assumiu a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer na gestão de Alexandre Kalil na prefeitura de Belo Horizonte, voltando para o Atlético após a eleição de Sérgio Sette Câmara.

 

 

ESPN

 

 


Publicidade
Publicidade

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSONLINE.COM, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSONLINE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.