comentários  

18 de abril de 2018, 13:50

Semiárido do Estado com pouca chuva nos próximos 25 dias, afirma estudioso


Uma onda planetária de energia oriunda da Indonésia associada ao sinal negativo para chuvas da Oscilação 30 - 60 dias, vai atingir o semiárido do Nordeste nos próximos dias, com isso o estudioso Rodrigo Cézar Limeira prevê pouca chuva no semiárido da Paraíba nos próximos 25 dias.

Dessa forma, a previsão feita pelo estudioso de chuvas abaixo da média em 2018 deve se confirmar, com considerável probabilidade dos agricultores perderem suas lavouras entre o final de abril e ao longo do mês de maio no semiárido do Estado.

Nota técnica: A Oscilação 30 - 60 dias, é um fenômeno físico associado ao padrão de convecção vigente durante a estação chuvosa das várias regiões brasileiras. O fenômeno consiste na propagação de uma onda planetária de energia em altos níveis na atmosfera da região da Indonésia em diração ao Brasil, se propagando de oeste para leste e que pode inibir a convecção (fenômeno físico responsável pela formação de nuvens precipitantes) se o sinal da oscilação estiver negativo para chuvas em determinado mês, ou favorecer a convecção, se o sinal da oscilação estiver positivo para chuvas num dado mês considerado. Em fevereiro, o sinal da oscilação esteve positivo para chuvas no Nordeste, no mês seguinte, com a chegada de uma nova onda de energia com sinal negativo para chuvas, choveu bem abaixo da média na região. Em abril chegou outra onda com sinal positivo para precipitação na região, e que provocou boas chuvas, mas em maio, a chegada de uma onda com sinal negativo para precipitação no Nordeste, vai fazer choveu pouco especificamente no semiárido paraibano. Em outras palavras, essas ondas planetárias se alternam em intervalos de 30 e 60 dias, conforme indica o próprio nome do fenômeno atmosférico,

 

 

Rodrigo Cézar Limeira – Portal Ciência em Foco


Publicidade
Publicidade

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Patos Online suspende a publicação de comentários nas matérias. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto após as eleições de 2018.