comentários  

05 de novembro de 2018, 08:11

Klítia Cimene, professora de Redação do Pró-Ativo, faz análise sobre a proposta do tema da prova do ENEM 2018


A professora de Redação Klítia Cimene, do Cursinho Pré-Vestibular Pró-Ativo, fez uma análise sobre o tema da redação do ENEM 2018: "Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet".  

A professora considerou importante o tema devido à internet ser um ambiente pouco conhecido em sua profundidade. Nas redes sociais, o tema do ENEM 2018 divide opiniões mais uma vez, porém, faz parte da realidade dos que gostam e os que não gostam da temática.

 

Veja o que relata Klítia Cimene:

 

Análise da Proposta de Redação do ENEM 2018

 

"O mundo virtual e o diálogo paradoxal que estabelecemos com ele foram, mais uma vez, foco de discussão no Exame Nacional do Ensino Médio. Em sua vigésima edição, o Enem, dentro do eixo "a relação do homem com seu meio social," levanta a discussão sobre o tema: "Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet." O tema torna-se, sem dúvida, o mais difícil de todas as edições do exame, sobretudo, por dois motivos. Primeiro: como de costume, não foram comuns as apostas em relação a essa abordagem temática; segundo: apesar de fazer parte do cotidiano da maioria dos brasileiros, a internet ainda é um ambiente pouco conhecido em profundidade. Esses dois motivos, por si só, já justificam a importância da prova de redação deste ano.

Além do tema, não houve novidades. A proposta trouxe quatro textos motivadores bastante contextuais e informativos, capazes de direcionar o posicionamento do redator. O primeiro texto da coletânea apresenta, em suas últimas linhas, a tese a ser confirmada no texto do candidato: há uma ILUSÃO de liberdade de escolha gerada, muitas vezes, pelos algorítimos virtuais. É bom perceber aqui que a proposta levanta uma pertinente discussão sobre a liberdade de expressão e consequente liberdade de seleção, de construção de saberes. No segundo texto, o leitor/redator foi motivado a refletir, exatamente, sobre o funcionamento desses algorítimos, em nível internacional, dada a internacionalidade da rede mundial de computadores. Com isso, aponta o caminho nocivo dessa espécie de intermediação que a internet faz, ao ponto de direcionar e, por isso, bitolar a leitura dos internautas. Já o terceiro texto da proposta apresenta dados sobre os usos e finalidades desses "serviços" virtuais, redes sociais e variados sites, dentro do contexto brasileiro, o que levaria o leitor/redator a buscar exemplos da realidade nacional como estratégia argumentativa. Por fim, o quarto texto dessa coletânea aponta para uma proposta de intervenção social que priorize a promoção do conhecimento sobre as ferramentas virtuais, visto que o desconhecimento sobre elas causa, entre outros problemas, uma espécie de alienação, como toda ela, danosa à sociedade.

O leitor/redator, nesse contexto de produção dissertativo-argumentativo não poderia deixar de analisar cada vocábulo utilizado no tema, a exemplo dos "manipulação, comportamento e controle" e a coletânea, elemento motivador dos conhecimentos transdisciplinares do candidato, e direcionador da construção discursiva deste.

Mais uma vez, o Exame Nacional do Ensino Médio desafia professores, alunos e todos os envolvidos na educação brasileira a pensar e pensar muito sobre o mundo onde vivem e convivem.

 

Parabéns à banca elaboradora da proposta de redação do Enem 2018!”.

 

 

Jozivan Antero – Patosonline.com

 

 


Publicidade
Publicidade

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSONLINE.COM, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSONLINE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.