comentários  

09 de novembro de 2018, 16:02

Polícia Civil prende acusados de tráfico de drogas e de homicídio na cidade de Patos


Policiais das Delegacias de Homicídios e Entorpecentes (DHE) e Roubos e Furtos (DRF), prenderam, por volta das 11h, desta sexta-feira, dia 9, Clauber Batista Alves, conhecido como "GORDO", 19 anos; Ian da Silva Emiliano, "IANZINHO", 18 anos; e Danilo Sousa da Silva, o "BOQUINHA", 20 anos, nas proximidades do bairro da Maternidade, em Patos, no Sertão paraibano. 

Os três acusados foram flagrados em posse de aproximadamente 2 kg de substância esverdeada semelhante à maconha, além de diversos sacos plasticos para acondicionar a droga, 01(uma) balança de precisão e dinheiro em espécie, proveniente do comércio de drogas ilícitas.

A ação policial decorreu depois de uma denúncia anônima ao Disk 197, cujo teor indica que os nacionais Ian da Silva e  Clauber Batista seriam os autores do assassinato de Manoel Cordeiro Morato, conhecido por "Barba", ocorrido na noite dessa quarta-feira, 7, na Rua Angelina Rodrigues, no bairro da Maternidade.

Em razão da denúncia de que os suspeitos do crime também comercializavam entorpecentes, policiais civis fizeram campana para monitorá-los e, oportunamente, abordaram os 03(três) quando saiam da residência indicada como depósito de drogas, ocasião em que se encontrou o material entorpecente em poder dos indiciadoss, sendo localizado no interior da residência, os demais acessórios utilizados para a mercancia ilícita. 

Os três foram conduzidos para Delegacia de Homicídios e Entorpecentes para os procedimentos cabíveis em relação ao flagrante da droga, ao passo que a autoridade policial adotará as medidas cautelares necessárias  em relação ao crime de homicídio paralelamente investigado. Após interrogatório dos três indiciados por tráfico ilícito de entorpecentes, todos foram encaminhados ao Presídio de Segurança Máxiam Romero Nóbrega, onde ficarão à disposição da Justiça.

 

 

ASCOM


Publicidade
Publicidade

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSONLINE.COM, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSONLINE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.