comentários  

12 de janeiro de 2019, 13:47

Procurador do município de Patos explica inquérito civil que apura irregularidades no SAMU durante gestões anteriores. Escute


O procurador geral do município de Patos, Jonas Guedes, falou recentemente à imprensa local, e na oportunidade explicou sobre o inquérito civil instaurado pelo Ministério Público Federal, com o intuito de investigar irregularidades no SAMU de Patos, durante gestões anteriores.

Segundo informou, já existe inclusive uma ação civil pública distribuída pelo Ministério Público Estadual, com a finalidade de tornar o município de Patos apto para reaver as ambulâncias destinadas aos municípios de Condado, Teixeira e São José do Bonfim.

Ainda sobre as gestões anteriores ao prefeito afastado Dinaldo Wanderley Filho (PSDB), o procurador mencionou que o ex prefeito de Patos, Nabor Wanderley Filho, instituiu que foi o responsável pela regionalização do SAMU de Patos, porém, esse trâmite teria sido feito de forma não oficial e sem preencher alguns requisitos cobrados pelo Ministério da Saúde.

Ainda sobre as ambulâncias que se encontram nos municípios supracitados, Jonas explicou que durante a gestão do atual prefeito interino Bonifácio Rocha, foram emitidas as notificações para tais municípios, porém, as ambulâncias ainda não foram devolvidas.

Mais detalhes, ouça no áudio que segue abaixo.


Matéria por Patosonline.com

 

 

 

Áudio da postagem

JONAS GUEDES - PROCURADOR DO MUNICÍPIO DE PATOS (Inquérito civil, instaurado pelo MPF que investiga irregularidades no SAMU) - 11-01.mp3




Publicidade
Publicidade

Comentários

O utilizador reconhece e aceita que o PATOSONLINE.COM, apesar de atento ao conteúdo editorial deste espaço, não exerce nem pode exercer controle sobre todas as mensagens. O PATOSONLINE não se responsabiliza pelo conteúdo de mensagens publicadas no mural ou comentários de postagens.