Locais Irregularidades

Ex-secretário da Receita e Fiscal de Tributos da Prefeitura de Patos deve continuar afastado do cargo

Afastamento do cargo foi publicado em Diário Oficial no dia 11 de janeiro do corrente ano, após recomendação da Comissão de Procedimento Administrativo Disciplinar Especial (PADE) que apura denúncias.

03/04/2024 às 18h30 Atualizada em 03/04/2024 às 20h35
Por: Genival Júnior Fonte: Patosonline
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O afastamento do ex-secretário da Receita da Prefeitura de Patos, Mirélio Almeida, deve ser prorrogado novamente, para que as apurações relativas ao processo sejam concluídas.

Continua após a publicidade

Mirélio teve seu afastamento do cargo publicado em Diário Oficial no dia 11 de janeiro do corrente ano, 2024, por decisão do prefeito Nabor Wanderley e do secretário da Receita e Administração Tributária do Município de Patos, Antônio Marcos Honório, após recomendação da Comissão de Procedimento Administrativo Disciplinar Especial (PADE) que apura denúncias.

A apuração das denúncias está em segredo fiscal, e vem sendo feita de forma interna, mas também está sendo acompanhada pelo Ministério Público Estadual (MPE).

A repercussão social gerada no caso também repercute nas discussões políticas da cidade, uma vez que os envolvem altas quantias que supostamente teriam sido desviadas dos cofres públicos.