Domingo, 14 de Julho de 2024
Dra Felianne
Onco Patos
UNIFIP
Dr. Jeann Santiago
Esportes Série D

Erros individuais e baixa efetividade pesam na derrota do Sousa para rival direto na Série D

Apesar de apresentar lampejos positivos durante a partida contra o Atlético-CE, Dinossauro ainda segue oscilando e precisa evoluir para alcançar a fase mata-mata da 4ª divisão

17/06/2024 às 14h55 Atualizada em 17/06/2024 às 18h31
Por: Felipe Vilar Fonte: ge PB
Compartilhe:
Atlético-CE x Sousa, na Série D — Foto: Kauan Ferreira
Atlético-CE x Sousa, na Série D — Foto: Kauan Ferreira

Na partida contra o Atlético-CE, no domingo (16), o Sousa demonstrou novamente uma dualidade preocupante. A derrota por 2 a 0 no Estádio Domingão reacende as preocupações para a sequência da Série D do Campeonato Brasileiro de 2024. A equipe, que ainda oscila na competição, viu suas fraquezas expostas contra um adversário direto na briga pelo G-4 do Grupo A3.

Continua após a publicidade

Apesar do resultado negativo, houve momentos em que o Sousa mostrou potencial, especialmente ao pressionar e manter um volume de jogo maior. Esses lampejos indicam que há margem para evolução, mas a equipe precisa encontrar consistência para transformar esse potencial em resultados concretos.

Os dois gols sofridos pelo Sousa foram resultado de falhas defensivas. No primeiro gol, o goleiro Gabriel cometeu um pênalti infantil em Ari, que foi convertido. Na segunda etapa, um desvio infeliz em uma cobrança de falta, mal defendida, resultou no segundo gol da Águia da Precabura.

Esses erros individuais não podem acontecer em uma competição tão acirrada, como a Série D do Campeonato Brasileiro. O Atlético-CE, por sua vez, foi implacável ao capitalizar sobre essas desatenções, demonstrando a importância da concentração e disciplina tática.

Continua após a publicidade
Dr Umberto

Apesar dos erros, o Sousa teve alguns destaques positivos. Felipe Jacaré, em boa fase, e Iranílson, sempre consistente, conseguiram criar algumas jogadas interessantes. No entanto, a falta de qualidade no acabamento das jogadas — tanto no último passe quanto na finalização — impediu que essas iniciativas se convertessem em gols.

O torcedor do Sousa não se contentará com uma equipe que joga bem apenas em parte do jogo. O desafio de vencer fora de casa, como contra o América-RN, na próxima rodada, exige superar suas limitações técnicas e manter uma postura sólida durante os 90 minutos.

A missão de se recuperar na tabela é árdua e desgastante, especialmente com uma defesa que se mostrou vulnerável em momentos críticos. O Dinossauro precisa encontrar um equilíbrio entre acreditar em seu potencial e reconhecer a necessidade de ajustes imediatos.

O balanço desta partida para o Sousa é como uma caminhada na corda bamba. Há motivos para acreditar na recuperação, mas a realidade dos erros defensivos e a falta de efetividade no ataque são pontos de atenção que precisam ser resolvidos rapidamente. O próximo desafio será uma prova de fogo para o Dino, que deve buscar consistência e precisão para seguir na competição.

Fonte: ge PB

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Patos, PB Atualizado às 03h04 - Fonte: ClimaTempo
20°
Parcialmente nublado

Mín. 19° Máx. 32°

Seg 33°C 19°C
Ter 33°C 19°C
Qua 33°C 20°C
Qui 33°C 20°C
Sex 33°C 19°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
RR Madeiras